13 de março de 2017 16h32 - Atualizado em 13/03/2017 16h36

Instituto Durango Duarte lança livro “Crônicas de Manaus – Josué Cláudio de Souza”

A publicação resgata a história do Amazonas e do rádio através do Fundador da Rádio Difusora
IMG_3197

O Instituto Durango Duarte lançou nesta sexta-feira (10) o livro “Crônicas de Manaus – Josué Cláudio de Souza”. O livro retrata e resgata as histórias contadas pelo fundador da Rádio Difusora do Amazonas todos os dias ao meio dia durante anos à frente da emissora. A Família Souza esteve presente no lançamento.

De acordo com Durango Duarte, o livro resgata a história de várias pessoas que são referências da nossa cidade. “ Um excelente evento, evento simples, um evento para a família difusora. Ouvimos tanta história da figura de Josué, os relatos da historiadora Etelvina, tudo está no livro. A publicação resgata a história de pessoas que formaram a história da nossa cidade. Eu estou profundamente emocionado. Quero agradecer a família, eu tenho um carinho especial pela difusora e fico feliz em homenagear uma pessoa que mudou a lógica da comunicação no Amazonas”.

O filho do homenageado, Josué Filho também esteve no evento e muito emocionado agradeceu o Instituto. “Que bom sentir essa emoção e essa saudade. E olha que se vivo fosse, papai teria mais de cem anos. E ainda é homenageado. O amor continua no ar. Essa é a filosofia da rádio. Muito obrigado, Manaus.

O neto de Josué Cláudio, deputado estadual Josué Neto que tem a missão, juntos aos primos Andre e Daniel Anzoategui de seguir com a história da Rádio Difusora relembrou esta renovação e citou a alegria da homenagem. “ Nesse momento do lançamento do livro, é homenageado o fundador da Rádio Difusora, o jornalista Josué. Cláudio de Souza Estamos agradecidos ao Instituto por este resgate. Resgatando a memória dos primeiros anos da difusora. E isso nos remete ao passado. Nos serve de referência essa filosofia do Josué Cláudio, essa de fazer e servir. Principalmente levando a informação, e sempre tentando renovar”.

Autoridades como o presidente do TCE-AM, Ari Moutinho também estiveram presente no lançamento do livro. “A emoção toma conta do nosso coração, é realmente um resgate histórico. Alguém que realmente marcou sua época, levava informação e emoção, solidariedade e a integração da capital com o interior, esse era o trabalho de Josué. Quero parabenizar a família da Rádio Difusora e do Instituto Durango. E hoje é um resgate histórico. E gostaria de dar um fraterno abraço a todos da família difusora”, ressaltou.

A obra esta sendo vendida ao valor de R$ 21 e é feita pelo site www.loja.idd.org.br ou através do WhatsApp: (92) 98428-9186

O livro

Capa-do-livro-Cronica-Manaus

Será lançado nesta sexta-feira (10), no auditório do Instituto Durango Duarte (IDD), situado na Rua Professor Samuel Benchimol – 477, Passeio do Mindu – Parque Dez de Novembro, o livro Crônicas de Manaus. A obra traz a transcrição de 61 crônicas assinadas pelo radialista Josué Claudio de Souza e publicadas no periódico O Jornal, empresa pertencente à família Archer Pinto.

Trata-se de um resgate histórico das publicações ocorridas desde o dia 22 de setembro até o dia 10 de dezembro de 1946, há exatos setenta anos. Cabe registrar que as “Crônicas de Manaus” precederam a “Crônica do Dia”, que tanto sucesso fazia quando Josué “pai” a lia, pontualmente às 12 horas, de segunda-feira a sábado, desde a data de inauguração da Rádio Difusora, no dia 24 de novembro de 1948. Não há presunção em dizer que a “Crônica de Manaus”, precursora da “Crônica do Dia”, pavimentou a candidatura vitoriosa de Josué a deputado estadual constituinte, na eleição ocorrida em 19 de janeiro de 1947, especialmente se considerarmos que sua publicação era estampada na primeira página do O Jornal.

O dono da história

Josué Claudio de Souza nasceu em Itajaí, Santa Catarina, mas foi em Manaus que escreveu as páginas mais preciosas da sua história como jornalista, político, empresário e pai de família.

Esta é a nona obra literária – entre autorais e transcritas – do nosso diretor-presidente, Durango Duarte, mas é a primeira edição sob o patrocínio exclusivo do IDD. São aproximadamente 140 páginas a homenagear um dos personagens mais marcantes da comunicação do Estado do Amazonas e a cumprir a missão do Instituto.

Útimas notícias