3 de julho de 2020 10h48 - Atualizado em 3/07/2020 12h01

Tipo sanguíneo de 70% dos amazonenses está com estoque crítico no Hemoam

O sangue O+ é muito usado em casos de acidentes, cirurgias e em pacientes com doenças crônicas

Os tipos sanguíneos ‘O positivo’ e ‘O negativo’ são os mais requisitados pelas instituições hospitalares do estado. A preocupação é grande porque, pelo menos duas vezes na semana, a Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) faz a distribuição de bolsas de sangue para vinte e sete unidades hospitalares de Manaus, públicas e privadas. Sendo que a quantidade de bolsas O+ está 71% abaixo do considerado aceitável.

A média segura para o estoque atuar é de 300 bolsas de sangue só para este tipo sanguíneo e atualmente, o estoque está em 86 unidades, quantidade suficiente para durar um único dia. O “O negativo” também está numa situação delicada, o estoque está em 25% do necessário.

Por isso, o Hemoam convoca doadores destes dois tipos sanguíneos para comparecerem ao hemocentro a fim de garantir o provimento de sangue para todo o estado.

Como doar sangue

Para ser doador, é preciso ter entre 16 e 60 anos, pesar mais de 50 quilos e estar com boa saúde. Menores de 18 anos só podem doar com a presença dos pais ou responsável legal. É preciso estar bem alimentado e portar documento de identidade com foto.

As doações podem ser realizadas de segunda a sábado, das 7h às 18h, na sede do Hemoam, na avenida Constantino Nery, 4.397, Chapada, zona centro-sul da capital. A unidade de coleta da Maternidade Ana Braga, no bairro São José, funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h45.

Útimas notícias