2 de agosto de 2018 10h47 - Atualizado em 2/08/2018 11h11

Restos mortais de soldados da Guerra da Coreia chegam aos EUA

Uma cerimônia oficial foi comandada pelo vice-presidente, Mike Pence
Restos mortais de soldados mortos na Guerra da Coreia - Hugh Gentry/Reuters
Restos mortais de soldados mortos na Guerra da Coreia - Hugh Gentry/Reuters

Os restos mortais de 55 soldados americanos mortos na Guerra da Coreia chegaram nesta quarta-feira aos Estados Unidos depois de serem entregues pelo regime de Kim Jong-un em virtude do acordo firmado com Donald Trump.

O avião que trazia os restos mortais pousou na base naval de Pearl Harbor, no Havaí, onde uma cerimônia oficial foi comandada pelo vice-presidente americano, Mike Pence.

No local, os militares americanos colocaram por cima dos caixões dos soldados mortos a bandeira do país. Quando os restos mortais foram entregues a representantes da ONU, a Coreia do Norte tinha envolvido os caixões com bandeiras das Nações Unidas.

Pence, cujo pai foi combatente na Guerra da Coreia, disse que os EUA nunca desistirão de trazer todos os heróis desaparecidos no confronto de volta para casa, cumprindo assim com a promessa militar de “não deixar ninguém para trás”.

“Hoje, nossos meninos voltaram para casa”, celebrou Pence.

Os EUA agora tentarão identificar os restos mortais através de exames de DNA. A expectativa também sejam retomados os trabalhos de busca com a Coreia do Norte para encontrar os 5,3 mil militares americanos que morreram no confronto.

Da Agência EFE por Agência Brasil

Útimas notícias

aniversario