19 de novembro de 2020 14h57 - Atualizado em 19/11/2020 14h57

Praia da Ponta Negra seguirá interditada até fim do ano em Manaus

O complexo turístico Ponta Negra foi interditado pela primeira vez em março deste ano

O prefeito de Manaus, Arthur Neto, prorrogou o prazo de interdição da praia do complexo turístico Ponta Negra, na zona Oeste. A medida busca evitar aglomerações no espaço e conter o avanço do novo coronavírus na cidade. O espaço seguirá fechado ao público até o dia 31 de dezembro deste ano.

O complexo turístico Ponta Negra foi interditado pela primeira vez em março deste ano, quando os primeiros casos da Covid-19 foram confirmados em Manaus, e reaberto em julho, quando houve uma baixa nos números de casos da doença. Em setembro, com nova alta, o espaço voltou a ser interditado.

Os oito pontos de acesso à praia da Ponta Negra estão isolados e guardas municipais seguirão atuando no local orientando os frequentadores.

Transporte

De acordo com o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), linhas de ônibus com destino ao complexo turístico Ponta Negra irão permanecer sem acréscimo de frota nos finais de semana, para evitar a ida de pessoas ao balneário. No entanto, as linhas continuam operando, normalmente no local, para manter o atendimento aos que residem e trabalham nas imediações.

Além disso, as linhas de ônibus serão mantidas aos finais de semana, obedecendo frota operacional determinada pelo IMMU. São elas: 120 – Ponta Negra / T1 / Centro; 450 – Ponta Negra / T3 / Redenção; 678 – Ponta Negra / V-8 / T5-T4; e 641 – Ponta Negra / Aeroporto / T4-T3. Em relação às linhas de acesso aos balneários do Tarumã, como a 126 – Sipam / avenida Brasil / T1 / Centro (8 ônibus) e 003 – Ponta Negra / Marinas (1 ônibus), estas não serão interrompidas.

Enfrentamento ao novo coronavírus

Além da interdição da praia da Ponta Negra, a Prefeitura de Manaus mantém as estratégias em várias frentes de atuação, para conter o avanço da Covid-19. Desde o início de novembro, conforme determinou o prefeito Arthur Neto, foram reforçadas ações planejadas e coordenadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que abrangem seis eixos: Prevenção; Assistência (Diagnóstico, Manejo Clínico e Reabilitação); Suprimentos e Apoio ao Atendimento; Monitoramento de Casos e Contatos de Covid-19 (Telemonitoramento); e Ampliação da Rede Assistencial (contratação de profissionais e inauguração de três Clínicas da Família).

Um total de 18 Unidades de Saúde Básica (UBSs) preferenciais passou a funcionar também nos finais de semana e feriados, no horário de 8h às 18h, aumentando em 75 mil atendimentos o número de beneficiados. Para mais informações sobre unidades e horários de funcionamento, acesse https://semsa.manaus.am.gov.br/.

Útimas notícias