13 de setembro de 2017 15h28 - Atualizado em 13/09/2017 15h28

Operação Integrada inicia ações de segurança para coibir assaltos a ônibus em Manaus

No primeiro dia de ação da operação, cinco pessoas foram presas com drogas durante as abordagens
06

No primeiro dia da Operação integrada para coibir assalto a ônibus em Manaus, policiais do Sistema de Segurança Pública do Amazonas realizaram abordagens ao transporte coletivo, em pontos de ônibus e em áreas com intensa movimentação em todas as zonas de Manaus. Cinco pessoas foram presas por estarem portando drogas durante as abordagens. A Operação segue até o domingo (17).

De acordo com o secretário de Segurança Pública do Amazonas, Carlos Alberto de Andrade, as abordagens também coíbem outros tipos de crimes. “Essas operações são importantes porque, além de reduzir os assaltos a ônibus, reduzem outros tipos de crimes porque o reforço policial nas ruas tem o poder de inibir a ação delituosa”, disse.

Durante a Operação foram realizadas  abordagens aos ônibus e pontos de ônibus para identificação de suspeitos e orientações de segurança aos usuários do transporte coletivo. Na ação, também estão sendo feitas fiscalizações de veículos em geral para identificar carros roubados. As ações do primeiro dia resultaram na abordagem de 2.979 pessoas; 173 ônibus do transporte coletivo; 86 motocicletas; 26 carros de passeio; cinco táxis e seis mototáxis. Foram apreendidos 15 carros em situação irregular.

No bairro Novo Aleixo, zona Norte, três infratores foram detidos. Com eles, a Polícia encontrou 15 porções de drogas com aspecto de oxi e uma porção de cocaína. No Centro da cidade, uma dupla foi presa por tráfico de drogas. Eles estavam em um táxi e, após revista, foi encontrada a quantia de R$ 800 e 58 porções de drogas com aspecto de oxi e mais dois celulares.

Em 2017, as ações para coibir os assaltos a ônibus já resultaram em 907 prisões de acusados desse tipo de crime até o mês de agosto. Diariamente, a Polícia Militar, que teve a maioria da sua frota de viaturas renovada, está nas ruas atuando no policiamento ostensivo, fazendo a Operação Catraca, onde é realizada a maioria das prisões, convertidas em flagrantes pela Polícia Civil.

Cerca de 300 policiais participam das ações na capital, entre policiais da Secretaria Executiva Adjunta de Operações Integradas (Seaop) da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), Polícia Civil e Polícia Militar.

Útimas notícias