23 de novembro de 2020 16h31 - Atualizado em 23/11/2020 16h31

Mayara aponta o caminho para o 3B conseguir a “remontada” na A2

A delegação do 3B da Amazônia desembarca em Manaus na madrugada desta terça
Foto: João Normando
Foto: João Normando

Trabalho e paciência, essas são as palavras de ordem da meia Mayara Vaz para o jogo da volta com o Real Brasília-DF, no sábado (28), às 15h, na Arena da Amazônia. Após o revés no duelo da ida, foco da camisa 10 do 3B é na “remontada” sobre o rival e seguir na luta pelo acesso.

Marcação forte, retranca e contra golpe, essas foram as armas das Leoas do Planalto no domingo (22), no estádio Defelê. Acostumada a furar retrancas com passes precisos,  Mayara Vaz revelou que a estratégia das rivais, em Brasília, conseguiu parar o poderoso ataque do 3B, que já marcou 32 vezes no torneio.

“Tava muito difícil furar o bloqueio delas, se fecharam quando fizeram o gol e dificultou pra gente. Mas conseguimos criar chances de gols e finalizações, mas  infelizmente a bola não entrou”, lamentou a camisa 10.

Boa fase

Com quatro gols e sete assistências na Série A2,  Mayara acredita que a partida em Manaus terá desfecho positivo para o 3B. Para isso, a meia comentou o que a Fera terá de fazer para vazar a defesa do Real Brasília-DF por no mínimo por duas vezes – fato inédito na competição, já que as Leoas só tomaram um gol na competição.

“Temos de trabalhar a bola e ter bastante paciência para conseguirmos fazer os gols e reverter o placar, mas só depende da gente. Vamos trabalhar muito em cima disso nessa semana e poder sair com a classificação em Manaus”, disse a camisa 10 fazendo uma autocrítica.

“Tive espaço pra jogar, infelizmente não fiz uma boa partida, mas no jogo da volta vai ser diferente”, concluiu.

A delegação do 3B da Amazônia desembarca em Manaus na madrugada desta terça-feira (24). No mesmo dia, na parte da tarde,  as comandadas do técnico Hugo Macedo iniciam preparação visando a partida da volta contra o time de Brasília.

Útimas notícias