19 de novembro de 2015 12h05 - Atualizado em 19/11/2015 12h05

Mais de R$ 2 milhões em produtos ilegais são apreendidos nos Correios

Produtos enviados em embalagens diferenciadas como pacotes de biscoito e chocolates
correios (Copy)

Aproximadamente R$ 2 milhões de produtos ilegais, como armas de fogo, facas, drogas, joias roubadas e iphones foram apreendidos em encomendas enviadas pelos Correios, durante os últimos 46 dias. As apreensões ocorreram no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas (CTCE) e na Central de Entrega de Encomendas (CEE) da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, na avenida Senador Raimundo Parente, bairro da Paz, Zona Centro-Oeste.

Os produtos ilegais foram interceptados por meio do Serviço de Vigilância e Controle Aduaneiro da Alfândega do Porto de Manaus (Sevig), responsável pelo controle fiscalizador em locais e recintos alfandegados e habilitados ao comércio exterior. Os produtos ilegais eram armazenados em pacotes enviados pelos Correios e foram interceptados por meio de equipamentos. As operações visam combater o tráfico ilícito de produtos enviados em remessas postais.

A partir da análise de risco das encomendas enviadas pelos Correios, onde são verificados o destino e a quantidade das mercadorias submetidas à vistoria, foram apreendidas as armas, drogas, joias roubadas e os aparelhos de celular, além de outros produtos ilegais em embalagens diferenciadas como pacotes de biscoito e chocolates. A Receita Federal não informou os destinos dos objetos apreendidos.

De acordo com a Alfândega as apreensões fazem parte das ações de vigilância, investigação e repressão ao contrabando. Estima-se que o total de apreensões realizadas alcançaram o valor aproximado de R$ 2 milhões. Além de retirar as mercadorias ilícitas de circulação no território nacional, as operações ajudam a desmantelar quadrilhas especializadas em crimes pelo serviço dos Correios.

O inspetor-chefe da Alfândega do Porto de Manaus, Osmar Félix de Carvalho informou que o setor fiscalizador conta com uma equipe empenhada no compromisso de combater os atos criminosos de contrabando. “Nossa equipe de servidores trabalha diariamente para dar, cada vez mais, agilidade ao desembaraço de cargas, sem colocar em risco o fortalecimento do comércio exterior e a proteção da sociedade. Combater o contrabando e o descaminho, bem como outros crimes, é de extrema importância para nossa economia e sempre será um dos nossos objetivos principais”, declarou.

O material apreendido foi encaminhado à sede da Polícia Federal para investigação.

 

OUTRAS APREENSÕES

Em janeiro deste ano, também, durante um mês de investigações, a Alfândega do Porto de Manaus apreendeu perto de 1 kg de maconha tipo skank (supermaconha), 10 gramas de cocaína e mais de 1 kg de ouro. As encomendas tinham como destino Manaus, Tabatinga e cidades do exterior.

Útimas notícias