31 de janeiro de 2017 13h05 - Atualizado em 1/02/2017 09h41

Líderes do PCC são transferidos para presídios federais

A Justiça autorizou as transferências, mas, não informou o presídio
Detentos voltam a ocupar os telhados dos pavilhões da Penitenciária Estadual de Alcaçuz. Foto Divulgação/Sejuc RN
Detentos voltam a ocupar os telhados dos pavilhões da Penitenciária Estadual de Alcaçuz. Foto Divulgação/Sejuc RN

Cinco presos, apontados como líderes do grupo criminoso Primeiro Comando da Capital (PCC), presos na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Natal (RN), serão transferidos para presídios federais. A informação foi confirmada nesta terça-feira (31) pela Secretaria da Justiça e da Cidadania (Sejuc) do estado.

A Justiça autorizou as transferências, mas, por questões de segurança, a Sejuc não informou para onde eles serão levados.

No dia 14 de janeiro, 26 detentos foram mortos durante uma rebelião em Alcaçuz. O motim envolveu membros das facções rivais PCC e Sindicato do Crime do RN.

Na última sexta-feira (27), integrantes da força federal, agentes penitenciários e policiais militares iniciaram uma operação no presídio para retomar o controle dos pavilhões que estão ocupados por presos.

Útimas notícias

aniversario