12 de janeiro de 2018 11h22 - Atualizado em 12/01/2018 11h22

Governo do Amazonas anuncia reajuste de 42% aos peritos e legistas do Estado

A recomposição salarial será paga a partir de fevereiro deste ano
IMG-20180112-WA0042

Em Assembleia Geral dos peritos oficiais do Amazonas, no auditório do Instituto Médico-Legal (IML), nesta sexta-feira (12), o governador em exercício e secretário de Segurança Pública, Bosco Saraiva, anunciou reajuste de 42% no salário dos peritos e legistas da polícia científica do Amazonas. A proposta foi autorizada pelo governador Amazonino Mendes e restaura os ganhos dos profissionais que estavam com salários defasados há quatro anos.

A recomposição salarial dos peritos e legistas foi aceita pela categoria e já começa a ser paga a partir do mês de fevereiro. De acordo com Bosco Saraiva, a proposta do governo é equiparar salarialmente peritos e delegados. “Já vínhamos trabalhando dentro da Delegacia Geral a possibilidade real do reajuste, seguindo a orientação do Amazonino. A polícia científica faz parte do corpo da Secretaria de Segurança. Então é o mesmo tratamento. Faltou a antiga direção espírito de cooperação e colaboração, enfrentar os problemas de frente como temos enfrentado com PM, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros”, disse Saraiva.

Acompanhado de lideranças do sindicato da categoria, Saraiva visitou as instalações do complexo do Instituto Médico-Legal e Instituto de Criminalística, na zona norte de Manaus, onde encontrou espaços que estavam desocupados e que serão adaptados para realocação de peritos da Polícia Técnico-científica. Na mesma área, o secretário visitou o estande de tiros da Academia de Polícia, que fica no mesmo complexo e que também deve ser adaptado para receber a Polícia Técnico-científica do Estado.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Peritos Oficiais do Estado do Amazonas (Sinpoeam), Viviany Pinto, o anúncio do governo atende a um anseio da categoria e deve ser revertido em melhorias à população. “A classe recebe imensamente agradecida pela sensibilização do governo em aumentar o salário dos peritos e melhorar a perícia do Amazonas. O perito estava se sentindo muito desvalorizado e esquecido pelo governo e essa mudança é muito boa”, disse a presidente do Sinpoeam.

Útimas notícias