12 de fevereiro de 2020 12h00 - Atualizado em 12/02/2020 12h00

Governador reforça apoio com ministro Sergio Moro no combate ao crime organizado

De acordo com Wilson Lima, no momento não há necessidade do envio da Força Nacional ao estado
Wilson Lima e Sérgio Moro 1

O governador Wilson Lima se reuniu na tarde de terça-feira (11), em Brasília (DF), com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, para tratar de estratégias de combate ao crime organizado no Amazonas. No encontro, o governador ressaltou que o Governo do Estado instalou, na segunda-feira (10), o Gabinete de Crise da Segurança Pública para se antecipar a possíveis conflitos.

“O estado do Amazonas tem imprimido uma atividade muito forte de combate ao tráfico de drogas e, cada vez mais, os traficantes têm acirrado a briga deles por disputa de território, cada vez mais por espaço nessa questão do tráfico. Os últimos movimentos que foram demonstrados e captados pelo nosso setor de inteligência com relação a esses grupos criminosos nos acendeu um alerta, por isso que nós estamos vindo hoje aqui ao ministro Sergio Moro e toda a sua equipe para alertar sobre essa situação e a gente tomar algumas ações de prevenção”, destacou o governador.

Além de Wilson Lima, participaram do encontro o secretário estadual de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, e o secretário nacional de Segurança Pública, general Guilherme Theophilo. Na ocasião, o governador apresentou o plano de ação que o Estado tem implementado no enfrentamento ao crime. De acordo com ele, as forças policiais já apreenderam 313 armas e quase duas toneladas de drogas desde o início de 2020. No ano passado, a apreensão de entorpecentes chegou a 13,8 toneladas.

Reativação de bases de segurança

Outras medidas anunciadas durante a reunião com o ministro Moro foram a reativação da Base Anzol e a instalação da Base Arpão. “Nós estamos trabalhando com inteligência e também com antecipação, e alguns dos compromissos que foram firmados aqui é a reativação da Base Anzol e a instalação da base Arpão, uma base que vai ser montada pelo Governo do Estado com apoio do Ministério da Justiça, inclusive com agentes da Polícia Federal, com agentes do ministério. Já temos duas lanchas blindadas inclusive para atuar junto a essa base, que vai ficar no rio Solimões”, antecipou Wilson Lima.

Sistema prisional

O governador também destacou o apoio do ministro Sergio Moro às ações preventivas no sistema prisional do Amazonas. “De hoje para amanhã uma equipe do ministério está chegando em Manaus para nos ajudar nesse processo de revista nas unidades prisionais para que a gente possa passar um pente fino e aprimorar cada vez mais essa nossa segurança nas unidades para dificultar qualquer comunicação com a parte externa e também com a entrada de qualquer produto dentro das unidades prisionais que não sejam permitidos”.

De acordo com Wilson Lima, no momento não há necessidade do envio da Força Nacional ao estado e nem da transferência de presos para unidades prisionais. “Mas o Ministério da Justiça deixou aberta essa possibilidade, e a gente não abre mão de nenhuma dessas situações. No momento em que a gente sentir a necessidade de que isso aconteça, naturalmente que nós vamos acionar o Ministério da Justiça. Hoje não há necessidade diante de todas as ações que nós já tomamos com relação a toda essa movimentação das organizações criminosas no estado do Amazonas”, frisou.

Útimas notícias