27 de março de 2019 10h43 - Atualizado em 27/03/2019 10h43

Exposição fotográfica de Julián Aude Santacruz abre temporada

As fotos serão exibidas na Biblioteca Pública do Amazonas no centro
Julian5

A partir desta quinta-feira (28), a Biblioteca Pública do Estado receberá a exposição fotográfica “Território Óbvio”, de Julián Aude Santacruz. Com apoio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), a exibição é composta por 20 registros de Julián, retratando o cotidiano de duas comunidades indígenas. A entrada é gratuita.

Território Óbvio” é uma recompilação de visitas realizadas por Julián, entre 2016 e 2018, às aldeias Tatuyo e Dessana, no rio Negro. “Embora feitas em diferentes momentos, quando mostradas juntas, fazem uma linha do tempo, um registro de coisas que estão mudando nessas comunidades e que nunca mais serão iguais”, explica o artista, que quer, com a exposição, chamar a atenção do público para a importância da conexão com as raízes. “Minha reflexão é: aproveitem essa riqueza cultural, que está tão perto. Porém, sempre deixamos para depois e as coisas mudam muito rápido”.

A mostra fica aberta à visitação, até junho, no hall superior da Biblioteca, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.  Quem assina a curadoria é a fotógrafa artística Selma Maia. Segunda ela, as fotografias congelam o tempo e preservam a história de um povo. “A inspiração de Julián se movimenta na ‘floresta densa da cultura indígena’ e permite a  compreensão da diversidade indígena, tão rica e maravilhosa, e do respeito às singularidades do mosaico cultural de um povo”, relata.

Sobre o autor

Julián Aude Santacruz é natural de Valencia (Venezuela), mora em Manaus desde 2009 e é fotógrafo desde 2015. Em 2017, recebeu convites para expor suas obras em diversos lugares do mundo, como Milão (“Best of 2017”), Frankfurt (“Telling Stories”), Londres (“Mostly White”) e, mais recentemente, em Las Vegas (“Exhibition Shot”).

 

Útimas notícias