1 de novembro de 2019 12h15 - Atualizado em 1/11/2019 12h15

“Enquanto tiver 1% de chance, tenho 99%” de fé, disse Mazinho

Técnico do Clipper corrige erros e aguarda jogo decisivo pela Série B
TÉCNICO-MAZINHO

Segundo colocado com quatro pontos na tabela de classificação, o Cliper Clube encara como uma verdadeira decisão o jogo com Tarumã, pela quarta rodada do Campeonato Amazonense da Série B. A partida será realizada no domingo (3), às 16h, no estádio Ismael Benigno, a Colina, zona Oeste. Somente uma vitória interessa ao Águia Dourada.

O jogo será decisivo para o time para chegar aos sete pontos, mas ainda vai aguardar os resultados de Amazonas, São Raimundo e do próprio Tarumã para comemorar ou não a vaga na elite do futebol amazonense de 2020.

Depois de uma semana de muito trabalho, para corrigir os erros cometidos nos jogos anteriores, o técnico Mazinho, acredita que o time vai fazer seu papel de vencer em campo, para depois pensar no que vai acontecer na combinação de resultados nos demais confrontos da competição.

“Enquanto tiver 1% de chance, tenho 99% de fé que vamos conseguir a vaga. Sabemos das dificuldades que vai ser o jogo, mas estamos conscientes do que precisamos fazer para vencer. A equipe vem trabalhando, está preparada para o jogo e a gente acredita em nosso objetivo. Depois é esperar para ver o que vai acontecer na próxima rodada, ou seja, se vai ter o tropeço de alguém para ficar com chances do acesso”, explicou.

Confiança

Um dos destaques do Cliper no campeonato, o lateral direito Carlinhos, disse que a esperança continua, pois o trabalho na semana foi realizado para conquistar os três pontos e chegar a sete na tabela de classificação.

“A gente tem a esperança sim, que vai dar tudo certo. Trabalhamos essa semana forte para enfrentar o Tarumã. Nós estamos nos preparando bem para jogar com nosso adversário, porque já estudamos e observamos eles jogando. Vamos conseguir a vitória, pois precisamos do resultado e vamos lutar muito por isso”, disse o lateral.

Para o zagueiro Luan, mesmo sendo a última partida do Cliper na fase classificatória e precisando vencer, o grupo mostra total confiança de que o resultado positivo se faz necessário para sonhar com a vaga na final da Série B, mas principalmente no acesso de 2020.

“Sim, temos que acreditar e não tem nada perdido, porque até o Amazonas ainda não está garantido. Temos que fazer nossa parte e depois torcer pelo resultado dos outros times. Esse jogo com Tarumã é decisivo, e estamos encarando como mais uma final. Vamos entrar totalmente concentrados para sair com uma vitória”, alertou.

Útimas notícias