7 de junho de 2018 11h12 - Atualizado em 7/06/2018 11h12

Deputado faz alerta para aumento de casos de Malária no Amazonas

Josué Neto afirma que três cidades devem decretar situação de emergência
JOSUE 1

Três cidades do Amazonas podem ter a situação de emergência decretada por conta dos casos de Malária. É o que afirma o deputado estadual Josué Neto (PSD) que recebeu informações devido a uma epidemia da doença em São Gabriel da Cachoeira, Santa Izabel do Rio Negro e Barcelos. Pelo menos 18 mil novos casos da doença foram registrados este ano, 34% a mais que o mesmo período do ano passado, além de sete mortes.

A situação mais grave hoje é do município de São Gabriel da Cachoeira, que concentra 25% do número de casos e onde a maior parte da população é formada por indígenas. Segundo o parlamentar, a situação dos indígenas é mais grave porque parte deles não tem o costume de procurar médicos quando estão doentes e precisam de maior atenção do Poder Público. “Se não houver maior atenção do Poder Público para a população indígena de São Gabriel da Cachoeira, mas pessoas podem morrer”, disse.

De acordo com o vereador Eder Lopes, os casos de malária são frequentes no município há pelo menos três anos e três pessoas morreram da doença nos últimos cinco meses. Em maio, São Gabriel da Cachoeira decretou situação de emergência na saúde devido ao registro de quase seis mil novos casos da doença só este ano. A Prefeitura chegou a criar duas comissões para montar um plano de intervenção e controle da doença. No ano passado (2017), o Brasil registrou um aumento de 50% nos casos de malária, um total de 194 mil novos registros, sendo 99% na Amazônia.

Útimas notícias