26 de novembro de 2020 16h47 - Atualizado em 26/11/2020 16h47

Clubes e FAF iniciam planejamento para o Amazonense de 2021

O diretor de competições, Roberto Peggy avalia que será um Estadual "complexo"

Uma data para o Campeonato Amazonense de Futebol 2021 surge: 6 de fevereiro. Com novos protocolos e ainda sem público a Federação Amazonense de Futebol (FAF) iniciou o planejamento, o chamado: Conselho Técnico. Este ano, o Barezão foi interrompido no returno, em março, por conta da pandemia. Diferente de outros estados, o Estadual foi anulado e, portanto não houve vencedor ou rebaixados.

Duas das três reuniões entre FAF e clubes ocorreram para detalhar o Campeonato de 2021 esta semana. O diretor de competições da Federação, Roberto Peggy fala que será um planejamento delicado devido aos métodos. “O planejamento será complexo do ponto de vista de segurança para os atletas, por conta da falta de renda, público. Existem novas regras que deverão ser obedecidas pelos clubes”, disse.

Roberto Peggy nos jogos em Manaus. Foto: Arquivo Pessoal

Roberto Peggy nos jogos em Manaus. Foto: Arquivo Pessoal

Peggy admite que não será um planejamento de execução fácil dada a principal perda para os clubes: o financeiro. “Então os clubes estão com dúvidas com relação aos custos: testagem da Covid, quadro móvel, poucos patrocinadores”. Atualmente dez clubes estão aptos para o Barezão do ano que vem.

O diretor de competições, porém afirma que tudo está sendo conversado para manter a qualidade técnica do Estadual. “Acima de tudo estamos visando a boa competição, os melhores para nos representarem. Todos os clubes estão de parabéns. Todos solícitos, apresentaram ideias”, finalizou.

Nesta sexta-feira (27) ocorre a última reunião entre clubes e FAF. Roberto Peggy afirma que na outra semana tudo já deverá ser oficializado. Os dez clubes da série A são: Amazonas, Clipper, Fast, Iranduba, JC de Itacoatiara, Manaus, Nacional, Penarol, Princesa do Solimões e São Raimundo.

Giro Esportivo

 O Manaus encara o Remo sábado pela 17ª rodada da Série C e terá outra baixa. Se não bastasse o meia Daniel Costa que sofreu entorse no Joelho e nem tem previsão de volta, talvez até vá tratar fora da capital. O volante Gilson também sofreu outra entorse, a segunda este ano. Desta vez o problema é no tornozelo esquerdo. Rafael Carrilho pode ser a aposta do técnico Luizinho Lopes.

Volante Gilson. Foto: Ismael Monteiro

Volante Gilson. Foto: Ismael Monteiro

O Fast anunciou o lateral-direito Régis, com passagens por clubes como São Paulo, Botafogo e Paysandu. O atleta fez primeiro treino hoje com o tricolor. O time, classificado para o mata-mata da Série D, fecha a rodada sábado diante do Galvez do Acre. O único lateral-direiro do clube atualmente é Bernardo que está suspenso e desfalca o grupo para este duelo.

Útimas notícias