12 de março de 2020 09h58 - Atualizado em 12/03/2020 09h58

Casos de coronavírus aumentam no Japão nesta quinta-feira

Os dados são compilados pelos governos regionais e pelo Ministério da Saúde
2020-03-12t103333z_1179375548_rc2aif9tzu9t_rtrmadp_3_health-coronavirus-japan

O número de infecções pelo coronavírus no Japão aumentou para 627, conforme dados obtidos até as 13h30 de quinta-feira (12), após sete novos casos terem sido identificados no início do mesmo dia. Os dados são compilados pelos governos regionais e pelo Ministério da Saúde.

Além dos números, 696 pessoas foram infectadas no navio de cruzeiro Diamond Princess, e 14 infecções foram confirmadas em pessoas que retornaram da província de Hubei na China em aviões fretados pelo governo.

Já foram registradas 23 mortes. Dentre elas, 16 são de pessoas que haviam sido infectadas no Japão e sete no navio de cruzeiro.

Por província, Hokkaido registrou mais casos, com 118, seguida por Aichi, com 104, Osaka com 80 e Tóquio com 73. Kanagawa tem 46 casos e Hyogo tem 41.

O número de infecções confirmadas inclui 11 funcionários do Ministério da Saúde e responsáveis por quarentenas.

O ministério informa que até quarta-feira, 40 pacientes estavam em estado grave. Quatorze deles estiveram a bordo do Diamond Princess.

Um total de 475 pessoas já se recuperou e deixou o hospital.

Restrições

 Devido ao surto, 29 países e regiões restringem a entrada de pessoas vindas do Japão.

A Chancelaria do Japão informou que até hoje pela manhã, 29 países e regiões haviam colocado restrições na entrada de pessoas viajando do Japão, devido a preocupações com o surto do coronavírus.

Entre eles estão China, Coreia do Sul, Índia e Israel.

Um total de 70 países e regiões exigem que pessoas chegando do Japão sejam colocadas em quarentena em instalações designadas por um determinado período de tempo, ou que elas monitorem seu próprio estado de saúde.

Os países e territórios incluem Taiwan, Rússia, Tailândia e Vietnã.

Útimas notícias