11 de janeiro de 2018 12h04 - Atualizado em 11/01/2018 12h05

Em resgate da cultura local, Carnaboi retorna depois de três anos

Anúncio da realização do evento ocorreu após reunião entre artistas e os titulares da Amazonastur e SEC
CARNABOI

Após três anos suspenso, o carnaval com o ritmo do Amazonas, o Carnaboi estará de volta para fomentar o turismo durante a folia de momo no Estado. A edição 2018  do evento, que ganhou destaque na mídia nacional por ter um enredo diferenciado, vai ser realizada no dia 12 de fevereiro, no Sambódromo de Manaus, e contará com a presença de 18 artistas.

A realização do Carnaboi terá a assinatura da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) e da Associação dos Intérpretes e Compositores do Amazonas, com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura (SEC). O anúncio da realização do evento ocorreu no final da tarde de quarta-feira (10), após reunião entre artistas e os titulares da Amazonastur e SEC, Orsine Junior e Denilson Novo, respectivamente.

O formato da festa momesca com o ritmo dos bumbás será debatido na próxima sexta-feira (12), na sede da Amazonastur, localizada na avenida Santos Dumont, nº. 1350, bairro Tarumã, Zona Oeste.  A última edição da festa ocorreu em 2015.

O presidente da Amazonastur, Orsine Junior, considera que o resgate do Carnaboi pelo governador Amazonino tem a proposta de fortalecer a identidade cultural do Estado e contribuir ainda mais com a cadeia produtiva do turismo. “O Governo é um indutor do evento e o sucesso depende dos artistas, por isso, se faz necessário que  se dediquem ainda mais para apresentar shows diferenciados e de muito bom gosto”, disse o titular do Órgão Estadual de Turismo.

O secretário de Cultura, Denilson Novo afirmou que o momento é de muito trabalho para resgatar o valor da festa, trazendo assim o grandioso público que sempre participou do Carnaboi. “Estamos unidos para resgatar uma das festas de carnaval mais diferenciadas do País”, destacou.

Vitória – O trabalho de resgate do Carnaboi foi considerado uma grande vitória para os artistas de boi-bumbá, segundo o cantor de toadas Prince do Caprichoso. Ele disse ainda que o apoio do Governo do Amazonas mostra que a Cultura não era e nunca será empecilho para nenhuma gestão pública.

“Éramos vistos como um grande peso para as finanças dos ex-gestores e o Governador Amazonino Mendes teve que voltar para mostrar que não somos isso. A festa vai renascer e o melhor é que temos à frente uma pessoa que conhece muito bem o setor de eventos, o presidente Orsine tem um papel fundamental nesse novo momento que vamos passar”, pontuou o artista.

Receptivo – Durante o período carnavalesco o Governo do Amazonas, por meio da Amazonastur, vai preparar um receptivo especial no aeroporto internacional Eduardo Gomes como ocorre em todos os anos, ação que contará com o apoio da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Na chegada, os turistas serão recepcionados ao som de muito carnaval e de boi-bumbá, além de receber todo material turístico do Estado.

Útimas notícias