3 de julho de 2020 14h13 - Atualizado em 3/07/2020 14h13

Cabocrioulo celebra 15 anos com live para ajudar GAAC

O encontro virtual também arrecadará alimentos para ajudar o GACC

A primeira live da Cabocrioulo será neste sábado (4), no Youtube da banda (cabocrioulobanda), a partir das 19hs. O show “Cabocrioulo Ao Vivo – A Live Solidária” abrirá a programação de aniversário do grupo amazonense que completa 15 anos. O encontro também arrecadará alimentos para o Grupo de Apoio à Criança e Adolescente com Câncer do Amazonas (GACC).

As entregas de cestas básicas e kits de limpeza e higiene poderão ser feitas no Espaço Cultural Curupira Mãe do Mato (Avenida Sete de Setembro, 1710, Centro), no sistema de drive-thru (entrega das doações sem que seja preciso sair do carro), para minimizar o contato com os doadores.

De acordo com o vocalista Milton, durante a live, será disponibilizada ainda uma conta para contribuição voluntária do público. Ele explica que as doações em dinheiro vão ajudar os músicos da banda que não fazem shows há seis meses e passam por dificuldades devido a pandemia do novo coronavírus.

“Este ano, para celebrar os 15 anos de estrada, nós vamos ressignificar a data, unir as forças e ajudar quem precisa. Com esta proposta, queremos nos unir ao público e a parceiros para ter um bom resultado na arrecadação”, afirma o cantor. “O show vai ser realizado no palco do Curupira Mãe do Mato, com participação especial do guitarrista Daniel Oliveira. O espaço vai atender todos os protocolos de segurança e contar com o mínimo de pessoas na produção, além de respeitar a distância entre os músicos”.

GACC

O Grupo de Apoio à Criança e Adolescente com Câncer do Amazonas tem 21 anos de atuação no Estado, com a marca de 986 crianças atendidas por serviços assistenciais, sociais e educacionais.

Para colaborar, conhecer as atividades realizadas ou se tornar um voluntário, acesse o portal gaccamazonas.com.br. O contato pode ser feito também pelo Call Center 3659-5000.

Nas redes sociais, o GACC está no Instagram (@gaccamazonas) e no Facebook (Gacc Amazonas).

Útimas notícias