13 de setembro de 2018 10h02 - Atualizado em 13/09/2018 10h02

Bolsonaro evolui bem após nova cirurgia, diz boletim médico

Ele tinha recebido alta da UTI, mas precisou passar por cirurgia de urgência na quarta
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) voltou a ser admitido na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, na capital paulista, onde evolui bem após passar por nova cirurgia, diz boletim médico divulgado na manhã desta quinta-feira (13).

Bolsonaro tinha recebido alta da UTI na última terça-feira (11), mas precisou passar por cirurgia de urgência na noite de quarta-feira.

Durante a quarta, o candidato apresentou distensão abdominal progressiva sugerindo o diagnóstico de obstrução intestinal – diagnóstico confirmado por tomografia computadorizada.

Ele foi levado para a cirurgia de urgência onde foram desfeitas as aderências do intestino e liberado o ponto de obstrução. Os médicos cuidaram também de um extravasamento de secreção intestinal em uma das suturas realizadas anteriormente para correção dos ferimentos intestinais.

De acordo com o boletim, esse tipo de complicação é mais frequente em incidentes como o de Bolsonaro do que em cirurgias programadas. Foi realizada limpeza abdominal num procedimento que durou duas horas.

O deputado Major Olímpio (PSL) informou que a evolução do candidato é positiva. Segundo ele, Bolsonaro acordou nesta quinta às 4h da manhã da sedação da cirurgia. “Foi feita a desobstrução, as suturas onde havia extravasamento, inclusive, de material, que estava provocando a dor, o inchaço, as náuseas. A nossa expectativa é de melhoras”, disse. Não há prognóstico sobre tempo de recuperação do candidato.

Histórico

No último dia 6, em Juiz de Fora (MG), Bolsonaro levou uma facada na região abdominal durante atividade de campanha nas ruas da cidade. Ele foi atendido pela Santa Casa de Juiz de Fora onde passou por cirurgia.

Na sexta-feira (7), o candidato foi transferido para o Hospital Albert Einstein, a pedido da família.

Da Agência Brasil

Útimas notícias