9 de abril de 2020 16h14 - Atualizado em 9/04/2020 16h14

Bancos e Loterias poderão ser multados por conta de aglomeração de pessoas

Aglomerações em bancos e lotéricas estão sendo fiscalizadas pela Visa Manaus e Procon
Visa-Manaus-banco-2-1-720x407

Para reduzir os riscos de transmissão do novo coronavírus, bancos e casas lotéricas devem organizar as filas de atendimento e evitar a aglomeração de pessoas no ambiente interno e externo do estabelecimento. O alerta é da Prefeitura de Manaus, que colocou equipes da Vigilância Sanitária municipal (Visa Manaus) e Procon Manaus, orientando o setor quanto à sinalização e controle do posicionamento dos clientes, em especial nos dias de aumento do fluxo, como os de pagamento. Todos estão sendo orientados quanto às normas de segurança sanitária e podem ser multados, caso não cumpram as exigências.

“Desestimular a formação de filas e garantir o distanciamento necessário entre os clientes é uma responsabilidade do estabelecimento”, informa a diretora da Visa, Maria do Carmo Leão. Ela enfatiza que os clientes também devem fazer a sua parte, obedecendo à sinalização, buscando horários alternativos para procurar o serviço e denunciando o descumprimento das regras por parte do estabelecimento, por meio dos canais de atendimento da Visa para assuntos relacionados ao coronavírus (98842-7422, 98842-8698 e visamanaus.covid19@gmail.com). 

De acordo com a diretora, a fiscalização em bancos, caixas eletrônicos e casas lotéricas é feita diariamente pelos fiscais de saúde que, desde o início deste mês, estão atuando em sistema de ronda, em mais de 60 bairros da capital. “Dentro da sua área geográfica, o fiscal observa todos os serviços de interesse sanitário, incluindo aqueles em que há formação de fila ou aglomeração de pessoas. A determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto é para que se intensifique as orientações e fiscalizações nestes locais,  para evitar ao máximo a proliferação do coronavírus”, explica Maria do Carmo. 

A orientação da Visa Manaus é que a distância entre os clientes seja de, no mínimo, 1,5 metro, quando as filas de espera não puderem ser evitadas. Além da organização das filas nas áreas internas e externas, os estabelecimentos devem oferecer álcool em gel a 70% nas áreas de circulação, nos pontos de entrada e saída dos clientes e próximo aos locais de contato manual frequente, como as máquinas, corrimãos e portas. 

A higienização dos teclados e das máquinas de pagamento também deve ser feita de modo permanente, e o estabelecimento deve realizar asseio geral das instalações e, ainda, disponibilizar e incentivar o uso preferencial de canais de atendimento remoto para evitar o deslocamento e a aglomeração das pessoas. 

Maria do Carmo Leão informa que as recomendações gerais sobre vigilância sanitária para enfrentamento da Covid-19 estão detalhadas na Nota Técnica (001/2020 – Visa/Subgs/Semsa), disponível no site oficial da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br), para acesso de estabelecimentos e da população. 

Fiscalização Procon

A Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor e Ouvidoria – Procon Manaus (Semdec) também tem orientando gerentes de bancos, colaboradores e consumidores quanto aos cuidados necessários para prevenção da transmissão do coronavírus. ”Muitos estabelecimentos estão se precavendo e resguardando a saúde dos clientes, com higienização constante dos espaços, disponibilização de álcool em gel aos clientes que adentram no local e, em alguns casos, até oferecem a medição individual de temperatura” afirmou o diretor de Educação e Atendimento ao Consumidor, Inácio Guedes. 

De acordo com Guedes, as aglomerações se formam porque as pessoas estão indo sacar cédulas, ao invés de usar métodos digitais de pagamento, como o cartão de débito, que é mais seguro do que o contato com papel. “Neste caso, estamos orientando as gerências de agências que tenham as medidas de segurança, como o distanciamento nas filas,  e higiene necessárias aos clientes tanto dentro quanto fora dos estabelecimentos, mas sabemos que a conscientização do público também é fundamental”, ressaltou.

Útimas notícias