12 de julho de 2019 11h25 - Atualizado em 12/07/2019 11h25

Assembleia inicia votação da Lei de Diretrizes Orçamentarias

Sete matérias chegaram para discussão principalmente da questão econômica
10_JOSUe-NETO-PSD_COLETIVA-EGM-1-640x380

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto (PSD), informou que a reunião realizada entre os deputados estaduais e o vice-governador do Estado, Carlos Alberto Souza de Almeida Filho (PRTB), na manhã e tarde de quinta-feira (11), foi para discutir o conteúdo das matérias governamentais que serão votadas nesta sexta-feira (12).

De acordo com Josué Neto, o vice-governador veio defender o projeto do Governo. “Quando você fala em contenção de gastos, não é apenas matéria econômica, têm as questões técnicas da área da saúde, da educação, e isso o vice-governador veio exatamente explicar e defender”, esclareceu o chefe do Legislativo.

Josué Neto lembrou que foi o segundo dia consecutivo que a Assembleia Legislativa se debruçou nos debates sobre as proposituras do Executivo. “Isso demonstra que a Assembleia não está atropelando nenhum processo, que nós estamos entendendo o que é bom e o que ruim para a população e que todas essa materiais governamentais serão votadas nesta sexta-feira (12)”, afirmou o presidente da Aleam, ressaltando que é um compromisso pessoal dele, colocar os projetos em apreciação e votação.

Sobre o sentimento e a posição dos colegas quanto às iniciativas do Governo, o parlamentar declarou que não tem procuração para falar em nome deles. “Eu não tenho procuração para dizer se será aprovado ou não, se o entendimento é no sentido A ou B. O que podemos dizer é que a Assembleia fez o que pôde para tratar e debater essas matérias que chegaram nos últimos cinco dias”, argumentou Josué Neto.

Ao todo, o Governo do Estado enviou à Aleam cinco mensagens com Projetos de Lei (PL), Projeto de Lei Complementar (PLC) e Projeto de Emenda Constitucional (PEC), que representam um pacote de medidas para contenção de gastos e garantia de obtenção de novas fontes de receita ao Estado.

 

 

Útimas notícias