19 de março de 2018 14h10 - Atualizado em 19/03/2018 14h10

Após vencer, Putin se reunirá com seus adversários de eleições

O presidente da Rússia obteve vitória no último domingo e segue no comando
2017-12-06t154309z_1_lynxmpedb51jd_rtroptp_4_russia-putin-reeleicao-2018

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, que obteve neste domingo (18) uma vitória histórica nas eleições presidenciais, se reunirá nesta segunda-feira (19) com seus adversários no pleito, anunciou o Kremlin. A informação é da Agência EFE.

“Hoje vai acontecer a reunião de Putin com os candidatos à presidência da Rússia”, disse aos jornalistas o porta-voz do governo, Dmitrty Peskov. Peskov evitou esclarecer se o presidente eleito quer aproveitar o potencial de algum deles, como fez há seis anos ao nomear como “defensor dos empresários adjunto à Presidência” o candidato Boris Titov, que ontem voltou a concorrer nas eleições.

“É uma prerrogativa do presidente eleito da Rússia. Pelo menos, tem intenção de manter o diálogo com eles” no futuro, afirmou o porta-voz. Putin tem 76,67% dos votos com 99,83% das urnas apuradas, segundo os últimos dados anunciados pela chefe da Comissão Eleitoral Central, Ella Pamfilova.

Após a apuração de praticamente todas as cédulas, o chefe do Kremlin obteve o apoio de 56,1 milhões de cidadãos, superando em 10,5 milhões os votos recebidos em 2012 (45,6 milhões), quando retornou ao Kremlin após quatro anos como primeiro-ministro. O segundo candidato mais votado no domingo foi o comunista Pavel Grudinin, que obteve 11,9% dos votos, seguido pelo ultranacionalista Vladimir Zhirinovsky, com o 5,66%.

A jornalista Ksenia Sobchak, a terceira mulher a participar de eleições presidenciais na história da Rússia, obteve 1,67%, enquanto o histórico líder liberal Grigory Yavlinsky conseguiu 1,04% dos votos. Os outros três candidatos – o liberal Titov, o nacionalista Sergey Baburin e o stalinista Maxim Suraykin – não chegaram à marca 1%.

Útimas notícias

aniversario