13 de setembro de 2018 14h38 - Atualizado em 13/09/2018 14h38

Amazonas registra 1.326 casos de sarampo confirmados em 14 municípios, informa FVS

Até esta sexta-feira (14) segue a campanha nacional contra sarampo e pólio intitulada pelo Ministério da Saúde
Foto.Altemar Alcantara/Semcom
Foto.Altemar Alcantara/Semcom

O Amazonas tem 1.326 casos confirmados distribuídos em 14 municípios, a informação consta na 25ª edição do Boletim Epidemiológico do Surto de Sarampo no Amazonas, da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS). Da relação, oito municípios possuem casos confirmados da doença, e até o momento, não alcançaram a meta da campanha nacional de vacinação de 95% contra o sarampo: Urucurituba – 51,27%, Rio Preto da Eva – 52,79%, Novo Airão – 56,65%, Manacapuru – 65,45%, Careiro da Várzea – 76,71%, Urucará – 82,35%, Itacoatiara – 83,11%, Parintins – 91,49%.

Esta edição do boletim, o Estado tem 9.653 casos notificados da doença, distribuídos em 46 municípios. São 1.326 casos confirmados de sarampo, sendo 80% dos casos referentes a capital do Amazonas com 881, seguido por  (227) em Manacapuru, (44) Itacoatiara, (38) Parintins, (35) Iranduba, (24) Autazes e Coari, (15) Presidente Figueiredo,  (14) Novo Airão, (13) Rio Preto da Eva, (06) Tapauá, (03) Juruá, (01) cada Barcelos e Urucará.

As cidades amazonenses com o maior número de notificações são Manaus, com 7.763 casos, e Manacapuru com 965. Itacoatiara tem 158 casos notificados, Iranduba tem 90, Parintins tem 82, Coari tem 75, Autazes tem 55,  Rio Preto da Eva tem 46, Manaquiri tem 42 e Careiro tem 34.

Até sexta-feira (14) segue a campanha nacional contra sarampo e pólio lembra a diretora técnica da FVS, Rosemary Costa Pinto, alertando que esta é a principal estratégia de combate e controle da epidemia de sarampo. “Sarampo é uma doença que se pode evitada com a vacinação, por isso, quem não levou seus filhos menores de cinco anos, nas unidades de saúde, compareça e garanta a saúde desses pequenos”, disse. 

Balanço

Até o momento, o balanço parcial da cobertura da campanha nacional, contra o sarampo, era de 92,9%, o equivalente a 283.268 crianças. Contra a poliomielite, era de 89,38%, num total de 272.517 crianças. A população alvo é de 304.907 crianças para cada vacina.

Útimas notícias

aniversario