12 de novembro de 2019 16h55 - Atualizado em 12/11/2019 16h55

Alaídenegão chega a Porto Velho para duas apresentações

Banda amazonense participará de um Festival que terá Gabriel o Pensador
FOTO: Michael Dantas
FOTO: Michael Dantas

Nesta semana, a Alaídenegão desembarca em Porto Velho para duas apresentações. A primeira será na quinta-feira (14), no Baile Du Norte, no Zé Beer; e, no sábado (16), a banda subirá ao palco do Festival Mundo Novo, no Oásis Camping Club, onde dividirá a noite com atrações como Gabriel o Pensador, Mandragora, 3030, Selvagens à Procura de Lei, Volkoder, Pimpo Gama, Dashdot, Fancy Inc, Banda Fuze, Future Class, SóCiro, Gabriê e Los Porongas.

Pela segunda vez na capital de Rondônia, o grupo amazonense mostrará ao público local desde os clássicos como “Tecendo o Som”, “Banzeiro”, “Batom na Cueca” e “Rabeta” até as composições novas, que estão em fase de gravação e vão fazer parte do próximo disco, com previsão para o primeiro semestre de 2020. O vocalista e guitarrista Davi Escobar adianta que a Alaídenegão segue em estúdio, trabalhando uma série de músicas, incluindo versões, uma característica no repertório da banda.

“Ficamos muito felizes quando surgem oportunidades de participar da cena nortista com muitos artistas do Brasil, é uma conexão fundamental para a banda se manter pulsante, respirando as novidades do cenário musical, principalmente com nossos vizinhos do Norte”, afirma o cantor. “Nós também vamos levar o que estamos fazendo de novo por aqui”.

Escobar destaca que, por conta da pesquisa realizada pelo grupo sobre a música de beiradão, o setlist traz ainda releituras de sucessos dos anos 80, como ‘Xangô’, do Magalhães da Guitarra; ‘Chamego de Mulher’, do Oseas da Guitarra; e ‘Brincando com as Cordas’, do André Amazonas”. Ele explica que as músicas compõem o documentário “A Poética dos Beiradões”, projeto contemplado pelo Natura Musical e assinatura da Cauxi Produtora Cultural.

Referência

De acordo com um dos organizadores do Mundo Novo, Vinicius Fernandes, o nome da Alaídenegão para o line-up de estreia do festival foi definido a partir de pedidos do público.

“A banda surgiu para nós como uma referência em Manaus, através de várias pessoas e, a pedido do público, não podíamos iniciar esse projeto sem eles”, conta o produtor. “Eles regravaram uma música famosa em Porto Velho, que é ‘Piranha’, de Alípio Martins; e quando tivemos conhecimento disso, fizemos o convite. A expectativa pelo show deles é gigantesca”.

Com estrutura de três palcos, praça de alimentação e brinquedos radicais como uma tirolesa de 30 metros, o evento tem como proposta reunir diversos gêneros musicais como rock, pop, reggae, rap, entre outros. Os ingressos para o Mundo Novo estão disponíveis no Sympla (https://www.sympla.com.br/festival-mundo-novo__603832).

Útimas notícias