11 de janeiro de 2020 12h40 - Atualizado em 11/01/2020 12h40

Abastecimento de centrais normaliza distribuição do programa “Leite do Meu Filho”

O programa disponibiliza três tipos de produtos para crianças de famílias de baixa renda em Manaus
Jose Nildo SEMSA (5)

O fornecimento dos três produtos que compõem o programa de nutrição infantil Leite do Meu Filho, da Prefeitura de Manaus, já está normalizado.  Os beneficiários já podem comparecer às duas centrais de atendimento, localizadas no shopping Phelippe Daou, situado na avenida Camapuã, Jorge Teixeira, na zona Leste; e avenida Pedro Teixeira, 7.560, D. Pedro, zona Oeste, para receberem o composto lácteo destinado às crianças de famílias de baixa renda. 

O programa disponibiliza três tipos de produtos: fórmula infantil, para crianças menores de 6 meses; fórmula infantil, para crianças de seis meses a 36 meses; e composto lácteo, para crianças acima de 3 anos. O fornecimento precisou ser interrompido pela necessidade de mudança no fornecedor, em razão de aumento nos valores cobrados. Após os ajustes, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que gerencia o programa, começou a receber os produtos e fez a distribuição para as centrais.  

Em visita à central do shopping Phelippe Daou, o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, informou que a entrega está normalizada e as famílias cadastradas podem comparecer a um dos pontos de entrega para pegar o leite. “Nossos estoques estão abastecidos com os produtos oferecidos para as crianças e nossas equipes estão preparadas para receber tanto as famílias cadastradas quanto as que precisam de informações sobre o programa”, informou. 

Atualmente, o programa tem 12.647 beneficiários ativos, que recebem mensalmente o complemento, destinado a combater e prevenir doenças causadas pela falta ou excesso de nutrientes na criança. 

As famílias em situação de vulnerabilidade social, com crianças menores de 5 anos, podem se cadastrar no programa de nutrição infantil Leite do Meu Filho. Para isso, basta que compareçam a uma das centrais de atendimento no D. Pedro ou no shopping Phelippe Daou, em dias úteis, no horário das 8h às 16h.  É necessário levar o RG e CPF do responsável legal, comprovante de residência, cartão do Programa Bolsa Família, certidão de nascimento (criança) e Cartão do SUS (criança).  

No caso de crianças menores de 12 meses de idade, é indispensável apresentar a prescrição médica que justifique a necessidade de substituição do leite materno por fórmula infantil, conforme situações clínicas especificadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Útimas notícias