15 de março de 2019 15h33 - Atualizado em 15/03/2019 15h33

A história do reggae é destaque no palco do Teatro Amazonas

A 2ª edição do "Na batida do reggae" acontece na terça-feira, dia 19
IMG_1593

Uma palestra musical, que apresentará um estudo diversificado sobre a cultura mundial do reggae. Assim será a segunda edição do “Na batida do reggae”, que acontecerá na terça-feira (19), a partir das 20h, no Teatro Amazonas.

No evento, Lucas Kastrup, fundador da banda Ponto de Equilíbrio, contará o contexto histórico da música jamaicana, em meio à prática de tambor, bateria e percussão. Na sequência, apresentará cânticos tradicionais Nyahbinghi (música rastafári) e alguns sucessos da banda que o consagrou.

O evento será dividido em duas partes. A palestra musical abre a programação com o Lucas narrando todo o contexto histórico do ritmo, desde o toque Nyahbinghi, que representa o som do coração, e a evolução até a batida do reggae que conhecemos hoje”, comenta Carol Chaves, produtora do evento. “Depois tem o show com os grandes sucessos do reggae”.

Participações

Na segunda parte do evento, Lucas dividirá o palco com artistas locais: Vívian Gramophone e Natty dos Anjos (vocais), Cileno (violão e vocal), Leonardo Pimentel (percussão), Marcos Cileno (baixo) e Diogo Navia (flauta). No repertório do show, sucessos da banda Ponto de Equilíbrio e também de Lucas em carreira solo, entre eles, “Novo dia”, “Ventre Materno”, “Quem não tem amor”, “Todos os dias” e “Aonde vai chegar”.

O artista

Idealizador do “Na batida do reggae”, Lucas Kastrup é um dos fundadores da banda Ponto de Equilíbrio, referência do reggae atual. Além de baterista, é autor de diversas composições, entre elas “Novo dia”, “Árvore do reggae”, “Velho amigo”, “Fio da fé”. Antropólogo, doutor pelo programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da UERJ, desenvolve pesquisa sobre música. Desde 1999, atua em constante turnê nacional e internacional, com passagens por África, Europa e América do Sul.

Os ingressos estão no valor de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e estão à venda na bilheteria do Teatro Amazonas, nas plataformas do Alô Ingressos (site e estandes do Amazonas Shopping e Sumaúma) e na bilheteria do Teatro Manauara. Quem compra ingresso do primeiro lote, ganha um copo personalizado do evento.

Útimas notícias